Contact Us
O que é Java Annotation Processing?
Tempo de leitura: 3 minutos

O que é Java Annotation Processing?

Por João Rico, Team Leader & Senior Developer @Xpand IT

Java Annotation Processing é uma funcionalidade do Java 5. É uma ferramenta de anotações ao nível do código fonte.

Para que pode ser utilizado?

Por vezes, podes encontrar algumas tarefas secundárias que precisam de ser feitas sempre que:

  • Atualizas o código e existam ficheiros que precisem de ser criados, estando dependentes dessa atualização
  • Precisares de algumas ferramentas para mapear os objetos e queiras evitar Java Reflection

É aqui que o Java Annotation Processing se revela útil. É um processador que olha para as anotações no teu código e dá-te a possibilidade de construir o que quiseres no tempo de compilação, como:

  • Código Java
  • Alguns ficheiros da sua aplicação

Podes já utilizar algumas bibliotecas que tenham esta funcionalidade, tais como o Project Lombok e o MapStruct.

O primeiro gera muito código boilerplate no seu código fonte, tal como Getters, Setters, ToStrings, Builders, etc. Por outro lado, o MapStruct é uma ferramenta que gera mapeadores entre objetos de forma automática, sem ter de usar Reflection (como Dozer), porque constrói esses mapeadores no tempo de compilação.

Para alguns clientes, é isto que utilizamos para transformar objetos Java num formato de strings fixed length.  Antigamente, usávamos classes utilitárias que eram editadas manualmente, onde o código era relativamente grande (com cerca de 5000 linhas de código).

Agora, utilizamos apenas anotações, e essas 5000 linhas de código são geradas automaticamente! O código é lido muito mais facilmente nos nossos repositórios.

Como aplicar Java annotation processing?

Para evitar mostrar o código que estamos a utilizar com os nossos clientes, vou demonstrar como podes criar o teu próprio processador de anotações ao utilizar os exemplos desta publicação da Baeldung.

Primeiro, precisas de preparar o teu projeto com as seguintes dependências:

<dependencies>

    <dependency>

        <groupId>com.google.auto.service</groupId>

        <artifactId>auto-service</artifactId>

        <version>1.0-rc2</version>

        <scope>provided</scope>

    </dependency>

</dependencies>

Depois, tens de criar as anotações desejadas desta forma:

@Target(ElementType.METHOD)

@Retention(RetentionPolicy.SOURCE)

public @interface BuilderProperty {

}

O mais importante aqui é estas anotações serem o conjunto @Retention (RetentionPolicy.SOURCE), para que o compilador consiga acedê-las. Depois, precisas de criar uma classe que prolongue o AbstractProcessor:

@SupportedAnnotationTypes(
  "com.baeldung.annotation.processor.BuilderProperty")
@SupportedSourceVersion(SourceVersion.RELEASE_8)
@AutoService(Processor.class)
public class BuilderProcessor extends AbstractProcessor {

    @Override
    public boolean process(Set<? extends TypeElement> annotations,
      RoundEnvironment roundEnv) {
        return false;
    }
}

Agora, podes seguir a sua lógica de processamento com o método acima. Este método permite encontrares as anotações no código e trabalhar com elas para gerar aquilo que precisares no tempo de compilação:

@Override
public boolean process(Set<? extends TypeElement> annotations,
  RoundEnvironment roundEnv) {
    for (TypeElement annotation : annotations) {
        Set<? extends Element> annotatedElements
          = roundEnv.getElementsAnnotatedWith(annotation)

        // …

    }

    return true;
}

Como último passo, deverás gerar aquilo que precisas, quer seja código Java ou um ficheiro específico. Para um código Java, a biblioteca do processador contém métodos para o fazer:

JavaFileObject builderFile = processingEnv.getFiler()
  .createSourceFile(builderClassName);
try (PrintWriter out = new PrintWriter(builderFile.openWriter())) {
    // writing generated file to out …
}

No nosso caso, estamos a usar uma biblioteca muito mais simples para gerar código Java, chamada Java Poet.

Já que estamos a utilizar a biblioteca do Google Auto Service, agora só precisamos de construir o nosso processador de anotações enquanto biblioteca, usá-la na nossa aplicação e usar as anotações criadas:

<dependency>
    <groupId>com.baeldung</groupId>
    <artifactId>annotation-processing</artifactId>
    <version>1.0.0-SNAPSHOT</version>
</dependency>

O exemplo aqui explicado permite a criação de um padrão builder para métodos setter com a anotação @BuilderProperty¸ utilizando o seguinte exemplo:

public class Person {

private int age;

private String name;

@BuilderProperty
public void setAge(int age) {
this.age = age;
}

@BuilderProperty
public void setName(String name) {
this.name = name;
}

// getters …

}

Isto vai criar uma nova classe como esta, automaticamente, no tempo de compilação:

public class PersonBuilder {

    private Person object = new Person();

    public Person build() {
        return object;
    }

    public PersonBuilder setName(java.lang.String value) {
        object.setName(value);
        return this;
    }

    public PersonBuilder setAge(int value) {
        object.setAge(value);
        return this;
    }
}

Sabe mais sobre o que é Java Annotation Processing:

Se quiseres saber mais sobre estas funcionalidades, podes aceder aos seguintes conteúdos:

Tags:

Leave a comment

Comments are closed.

Comments

  1. … [Trackback]

    […] Read More Information here on that Topic: careers.xpand-it.com/blog/o-que-e-java-annotation-processing/ […]

  2. … [Trackback]

    […] Read More Information here on that Topic: careers.xpand-it.com/blog/o-que-e-java-annotation-processing/ […]

  3. … [Trackback]

    […] Information to that Topic: careers.xpand-it.com/blog/o-que-e-java-annotation-processing/ […]

  4. … [Trackback]

    […] Find More on on that Topic: careers.xpand-it.com/blog/o-que-e-java-annotation-processing/ […]

  5. … [Trackback]

    […] Find More here on that Topic: careers.xpand-it.com/blog/o-que-e-java-annotation-processing/ […]

  6. … [Trackback]

    […] Read More Info here to that Topic: careers.xpand-it.com/blog/o-que-e-java-annotation-processing/ […]

  7. … [Trackback]

    […] Here you can find 46261 additional Information on that Topic: careers.xpand-it.com/blog/o-que-e-java-annotation-processing/ […]

  8. … [Trackback]

    […] Info to that Topic: careers.xpand-it.com/blog/o-que-e-java-annotation-processing/ […]

  9. … [Trackback]

    […] Find More on that Topic: careers.xpand-it.com/blog/o-que-e-java-annotation-processing/ […]

  10. … [Trackback]

    […] Read More to that Topic: careers.xpand-it.com/blog/o-que-e-java-annotation-processing/ […]

  11. … [Trackback]

    […] Read More on that Topic: careers.xpand-it.com/blog/o-que-e-java-annotation-processing/ […]

  12. … [Trackback]

    […] Here you can find 71751 more Information on that Topic: careers.xpand-it.com/blog/o-que-e-java-annotation-processing/ […]

  13. … [Trackback]

    […] Find More Information here to that Topic: careers.xpand-it.com/blog/o-que-e-java-annotation-processing/ […]

  14. … [Trackback]

    […] Information on that Topic: careers.xpand-it.com/blog/o-que-e-java-annotation-processing/ […]

  15. … [Trackback]

    […] Read More to that Topic: careers.xpand-it.com/blog/o-que-e-java-annotation-processing/ […]